A chegada do verão e as precauções com as crianças

Com a chegada do verão e das férias, a época mais esperada pelas crianças, é um ótimo momento para curtir em família, não é mesmo? A estação mais quente do ano é a hora em que muitos viajam e, muitas vezes, escolhem as praias e piscinas para desfrutar do descanso e da diversão. No entanto, para isso, é importante tomarmos diversas precauções com as crianças.

A exposição das crianças ao sol

A exposição das crianças diretamente ao sol, traz diversos malefícios para a pele, mas para que fiquem bem protegidas e livres de queimaduras, vou te passar algumas dicas:

  1. Não deixe seu filho debaixo do sol entre 10h às 16h, pois é o horário mais impróprio, no qual os raios solares são mais intensos, o ideal é deixá-lo na sombra durante esse período;
  1. Para bebês de até 6 meses, não é recomendado o uso de protetor solar, pois por terem uma pele mais sensível, a sua absorção é maior; Mas o uso de ruopinhas com fator solar é fundamental. 
  1. Já para os bebês a partir de 6 meses, é aconselhável usar filtro solar das linhas baby, com fator superior a trinta e para acompanhar, roupas térmicas de FPU50+;
  1. Use e abuse de bonés e chapéus, principalmente os que protegem o pescoço;
  1. Mesmo que o céu esteja nublado e aparentar chuva, não deixe de passar protetor solar nas crianças, o mormaço queima tanto quanto o sol;

roupa infantil com proteção solar

 

O que fazer com as queimaduras de sol?

Caso ocorra queimaduras de sol nos pequenos, é importante fazer compressas frias nos locais lesionados e, de preferência dar banhos mornos nessas horas. Os hidratantes a base de água são ótimos para aliviar a dor, refrescar a pele, além de ajudar na coceira quando a pele descascar, ele pode ser usado de uma a duas vezes por dia.

 

Como evitar as assaduras

Com as altas temperaturas, as assaduras nos bebês tornam-se frequentes no verão pelo fato da transpiração excessiva. Por isso, deixe de lado as roupas justas e sintéticas e opte por trajes de algodão, pois são mais benéficos e ajudará na transpiração da criança.

Outros pontos positivos são: trocar as fraldas de forma recorrente e  deixar seu bebê sem usá-las por alguns períodos do dia.

 

Água e alimentação saudável no verão

Para o seu filho ter muita energia e bem-estar, é necessário dar bastante água e alimentos saudáveis para ele no verão. Mesmo que em viagens seja um pouco difícil manter os alimentos frescos, carregue sempre consigo bolsas térmicas.

Lembrando que a água não pode ficar de fora! Como as crianças perdem mais líquidos do que os adultos, é válido sempre incentivá-las a usarem garrafinhas, pois assim elas se lembrarão de se hidratar mais vezes ao dia.

Caso a criança já tenha passado pela introdução alimentar, invista em refeições com legumes, verduras e frutas. Os alimentos ricos em água são: Melancia, tomate, melão, cenoura e abacaxi alguns de muitos alimentos que mais ajudam na hidratação. Portanto, não se preocupe a criança apresentar diminuição do apetite, pois é super normal em dias muito quentes.

Pode deixar sungas e biquínis molhados nas crianças?

Não! Deixar as crianças com sungas e biquínis molhados fora da água por muito tempo pode favorecer a predisposição de infecções por fungos (candidíase e micose) e dermatites (irritação da pele), entre elas as assaduras. O ideal é sempre trocá-las  por peças secas. Por isso, leve roupas extras quando passar o dia fora, seja na praia ou piscina.

Use boia e evite afogamento

Para que não ocorra afogamentos, o uso da boia é um item de extrema importância para as crianças na hora de se divertirem, seja na praia ou na piscina, mesmo que estejam acompanhadas de um adulto, o importante é equipá-las para garantir segurança e tranquilidade no momento da diversão.

banner roupinha de banho e óculos de sol infantil

 

O que fazer para não perder o meu filho na praia 

Caso a família decida curtir o verão na praia, é sempre bom ficar próximo do pequeno, e de olho para não perdê-lo de vista. O uso de alguns itens, pode facilitar nesses cuidados:

  1. sunga e blusa de lycra com cores fortes e fluorescentes;
  2. pulseira de identificação com nome e telefone da mãe;
  3. marque um ponto de referência para marcar o local, se possível, marque com a criança.

Caso você encontre uma criança perdida na praia e sem identificação, tente acalmá-la, pergunte o nome de seus pais e peça para todos a sua volta chamar pelo nome. É importante que não ande com a criança procurando, fique com ela parada, isso facilitará a localização da família. Porém, se nem assim encontrarem os pais, procure pelo posto policial mais próximo de onde está.

São dicas simples para fazer o seu verão e o verão de outra famílias, mais seguro, divertido e feliz!

Gostou das dicas? Confira nossas redes sociais, temos itens perfeitos para garantir a proteção e a segurança dos pequenos!