Coronavírus: Como proteger nossos pequenos?

Coronavírus: Como proteger nossos pequenos?

Além de ficar em casa, há outras alternativas que podem colaborar com a sua proteção

Estamos vivendo um momento bem preocupante e em tempos de coronavírus o ideal é permanecer em casa para que a disseminação do vírus seja reduzida e, claro, que nós, mamães e papais, em qualquer situação pensamos em primeiro lugar em nossos pequenos. Eu sei muito bem, por isso, pensei neste post. 

Por aqui você vai saber mais sobre o vírus e quais ações deve tomar para proteger os seus pequenos. Confira:

 

O que é? 

O vírus descoberto na China foi batizado de Covid-19 e pertence à uma família de vírus causadores de resfriados à diarreias. Os seus sintomas são similares ao de uma gripe e causa uma infecção respiratória; em 20% dos casos o vírus evolui para uma versão mais grave. 

As manifestações mais comuns são tosse, febre e, raramente, dores no corpo. Nos quadros mais fortes, o vírus pode causar insuficiência respiratória e cansaço. O seu índice de mortalidade é considerado baixo e atinge entre 2% e 3% dos infectados. 

Como é transmitido? 

A transmissão ocorre de forma muito fácil pelo ar de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias que são expelidas, em menor quantidade, quando respiramos e em maior quantidade quando espirramos ou tossimos. 

O contágio pode acontecer quando respiramos essas gotículas ou encostamos em locais contaminados e levamos a mão a alguma mucosa (olhos, boca e nariz). Em relação aos pequenos, há poucos casos de infecção pelo novo vírus.

Como é o tratamento? 

Ainda não há medicamentos eficazes para tratar o novo coronavírus. É recomendado para as pessoas infectadas a ingestão de líquidos, analgésicos (com algumas contraindicações) e antitérmicos. Quando o caso está mais grave, é necessário a internação para o recebimento de soro e oxigênio. 

 

Como proteger nossos pequenos?

Aproveitando que as suas aulas foram canceladas, temos que tomar cuidado em casa! A higienização deve ser feita com água e sabão ou com álcool em gel. O ideal é esfregar as suas mãozinhas por pelo menos 20 segundos. Para os mais grandinhos, repasse essas orientações. Uma dica bem legal é criar algum ritual com eles, ou seja, inventar alguma musiquinha na hora da limpeza ou cantar aquela sua música preferida. Crie estímulos para esses momentos. 

Além de toda essa higienização, mantenha as janelas sempre abertas, para impedir o avanço de possíveis vírus respiratórios! 

Aproveitando o post, reforçamos a orientação: Fiquem em casa! Essa é a hora de aproveitarmos o tempinho ao lado de nossa família e de criar alternativas para a distração de nossos pequenos. 

Temos algumas dicas de brinquedos que podem contribuir com o seu desenvolvimento. Clique aqui e leia.