fada do dente bup baby

Fada do Dente: a sua importância na psicologia infantil e os cuidados que devemos tomar com essas fantasias

Contar histórias desse tipo para os pequenos pode ser bem divertido e construtivo, mas deve ser feito com muito cuidado.

 

A infância, sem dúvidas, é uma das melhores fases de nossas vidas, por isso, tentamos preservar essa essência transmitindo velhas fantasias para os nossos filhos durante o seu processo de criação.

Histórias como a do Papai Noel, Coelhinho da Páscoa e Fada do Dente estão presentes em nossas vidas desde sempre e é super importante para estimular a criatividade e o pensamento das crianças.

Mesmo com esse ponto positivo, o compartilhamento dessas histórias deve ser feito com muito cuidado para não estimular sentimentos contrários, como o de desconfiança, desilusão ou até mesmo um pensamento monetário na criança.

Neste post você vai conferir um pouco sobre a história da Fada do Dente, sua importância para a psicologia infantil e os cuidados que devemos tomar durante esses processos.

 

A origem da Fada do Dente

A história da fadinha é muito antiga e, provavelmente, vem do Século XVIII, quando ela se  chamava “La Bonne Petite Souris” em um conto que narra a história de uma rainha que é aprisionada por um rei e para conseguir sair pede ajuda a um rato que está em sua cela.

Na verdade, ele era uma fada disfarçada que estava ali para ajudá-la e sua vingança foi se esconder no travesseiro do rei para atormentá-lo pelo resto de sua vida.

Nem um pouco parecida com a Fada do Dente que conhecemos certo?!… Pois é, essa história de hoje só apareceu no meio do Século XX com a ajuda de veículos midiáticos, assim como foi com as do Papai Noel e outras.

 

Qual é a sua representatividade?

Se formos olhar pelo lado psicológico, essas fantasias na vida dos pequenos podem ser muito positivas e fundamentais para o seu desenvolvimento. A Fada do Dente deixa o momento de troca dos dentes mais leve e mágico e faz com que nossos filhos adquiram um olhar positivo sobre essa fase que está vivendo.

A dor causada e a famosa janelinha pode ser amenizada pela visita da Fadinha que leva um presentinho ou uma moeda e isso é fantástico, pois alimenta a imaginação deles, porém, devemos tomar alguns cuidados…

 

Cuidados e a importância de contar a verdade quando necessário

 Ao contar essas histórias para nossos pequenos devemos nos atentar com algumas coisas: Como será sua interpretação? Será algo fantasioso ou ele começará a ver o mundo com interesses?

Depende da forma que levamos tudo isso para eles. A Psicóloga Priscilla Brandeker, em uma publicação, fala sobre o risco de transformar essas histórias em algo negativo, tendo em vista que as crianças podem começar a procurar por reforços e recompensas, como os grandes números de pedidos de presentes no natal e na páscoa.

Por isso, no primeiro sinal ou pergunta que demonstra uma certa desconfiança, não hesite em tentar entender o que tem passado em sua cabeça ou como ele adquiriu essas dúvidas. Às vezes ele já sabe a verdade e está tentando buscar confiança em você.

Ao explicar a situação para ele, não precisa ser tão direto e contar toda a verdade de uma vez. Você pode estimular um pensamento construtivo juntamente com ele como “a história do Papai Noel representa que devemos ajudar as pessoas e que precisamos espalhar o amor ao próximo” ou então “a fada do dente mostra que é necessário a troca do dentinho para o seu corpo continuar se desenvolvendo”.

Saber a verdade, nesses casos, nem sempre é tão cruel, pois, mesmo assim, aquela história continuará representando algo especial em seus corações e ele lembrará de tudo quando crescer.

Aproveitando esse nosso papo, para deixar a fantasia mais especial na vida do seu pequeno, temos em nossa loja a Fada Do Dente büp baby que pode ser usada nos momentos de diversão e também na hora da entrega do presente, pois ele conta com uma bolsinha na parte das asas que é ideal para inserir uma moeda, além de ter um certificado que avalia se o dente estava saudável.