Seis-dicas-valiosas-para-aumentar-a-imunidade-de-sua-criança

Seis dicas valiosas para aumentar a imunidade de sua criança

Nessa época do ano, doenças chatas como a gripe costumam aparecer com mais frequência, por isso, a imunidade dos nossos filhos deve estar nas alturas 

 

 

A preocupação com a saúde dos pequenos já é uma rotina em nossas vidas, mas com a chegada de tempos frios, outono e inverno, esses cuidados são redobrados. Vírus como os da gripe e outros ficam em evidência e, neste atual momento, o Coronavírus também é uma grande ameaça. 

 

Como funciona o sistema imunológico? 

 

Ele é formado por uma rede de células e moléculas, além de tecidos  (grupos de células) espalhados por todo o corpo. De acordo com o pediatra Antônio Condino Neto, presidente do Departamento Científico de Imunologia Clínica da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP),  as crianças já nascem com parte desse complexo e, aos poucos, tudo vai se desenvolvendo, por isso, elas costumam ficar doentes por mais vezes. 

 

O sistema tem o papel de reconhecer e destruir estruturas que são consideradas estranhas e para esse “ataque” acontecer ele conta com alguns órgãos que atuam na linha de frente, como as amígdalas, medula óssea e timo

 

Manter a imunidade das crianças é muito importante para que elas estejam fortalecidas e preparadas para enfrentar esse período. Por isso, separei neste post algumas dicas que podem ser bem interessantes para manter a imunidade de seu filho um pouco mais elevada. 

Confira: 

1 – Seu filho precisa de leite materno 

O aleitamento materno é extremamente importante nos primeiros meses de vida do bebê, pois conta com nutrientes essenciais para a construção de sua imunidade. É recomendado pela Organização Mundial da Saúde que o leite seja o alimento exclusivo da criança durante esse período e, logo após, alimentos naturais como frutas, legumes, verduras e carnes cozidos podem ser adicionados. 

A amamentação pode ocorrer até os dois anos  de idade e assim os anticorpos extraídos do leite mantém os pequenos seguros de vários vírus e bactérias. 

 

2 – Mantenha o cartão de vacinas sempre completo 

Logo na maternidade, em suas primeiras de vida, o bebê já começa a ser vacinado. Segundo informações do Ministério da Saúde, ele recebe as vacinas contra hepatite B  e contra a tuberculose (BCG). Após isso, fica sob responsabilidade de seus pais ou responsáveis que o cartão de vacina da criança permaneça atualizado seguindo o Calendário Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.  

Essas vacinas são extremamente necessárias para o fortalecimento de seu sistema imunológico, essencialmente em seu primeiro ano de vida

 

3 – Deixe as crianças brincarem e se sujarem

De acordo com uma publicação da revista Crescer de maio de 2019, o médico inglês, David Strachan, apresentou a sua Teoria da Higiene em 1989, na qual provava que crianças que vivem em ambientes mais limpos são mais propensas a desenvolver doenças alérgicas

Essa tese foi provado por outros diversos estudos feitos posteriormente. Claro que as regras de limpezas básicas ainda devem ser mantidas, como lavar as mãos ao pegar o recém-nascido e antes das refeições, entre outras… 

Porém, deixe o seu pequeno ter contato com a terra, outros brinquedos interativos ou até mesmo com pets como cachorros e gatos, assim a imunidade contra possíveis alergias já vai sendo desenvolvida. 

 

4 – As mãos precisam estar sempre limpas 

Como disse no outro tópico, as orientações de limpeza básicas devem ser mantidas e a boa lavagem das mãos são fundamentais no processo de crescimento das crianças, pois sempre os membros acabam dentro de suas bocas, olhos e narizes, facilitando assim o contágio de possíveis vírus.

Por isso, após brincadeiras, atividades e outras ações, lave e ensine-os, desde sempre, a forma correta de fazer essa lavagem. 

 

5 – Uma boa soneca é essencial 

Se para nós adultos uma boa noite de sono já faz toda diferença, não poderia ser diferente para os pequenos, né?! Um bom sono pode auxiliar no seu desenvolvimento, além de deixá-los mais descansados e revigorados

A falta de boas horas de sono pode liberar o hormônio do estresse, o cortisol, deixando assim a imunidade da criança baixa. 

 

6 – Ofereça alimentos saudáveis ao seu pequeno

Ao iniciar a introdução de outros alimentos no dia a dia da criança temos que nos manter bem atentos, pois todos os nutrientes disponíveis vão ajudar em seu fortalecimento. Frutas, verduras, legumes, carnes, leites e ovos podem ser personagens importantes para o funcionamento das células de defesa de seu organismo.

Durante o preparo desses alimentos dê preferências para os legumes crus bem lavados, pois quando cozidos demais alguns nutrientes são perdidos. Além disso, frutas e verduras não muito maduras contam com mais nutrientes e quando são consumidos inteiros e em pedaços as vitaminas ficam mais evidentes. 

Além disso, existem alimentos que são super recomendados para as crianças! Você sabe quais são?

Deixar nossos filhos saudáveis é sempre um objetivo comum entre nós mamães e compartilhar nossos aprendizados é sempre prazeroso e útil. Por isso, deixe sua opinião aqui nos comentários. Pode deixar links de posts interessantes, saberes, receitinhas e, até mesmo, outras sugestões. 

 

Conto com você!